Família do-ré-mi-fá

1º Dia na Escola – Maternal I

Posted on: 30/06/2010

Eric ainda está em fase de adaptação, mas hoje inaugurou seu 1º dia no maternalzinho. Que orgulho, meu filhote!

Levantamos todos cedinho: às 6h30 da matina. E você já estava de pé no berço e chorando quando entrei no seu quarto. Também puderas! A fralda tinha vazado e você estava tooodo molhado. Incia-se a operação troca-troca: troca a fralda, troca a roupa, troca as bolas e joga fralda suja no cesto e roupa molhada no lixo (é o horário….)

Alice pronta? Checked!
Mochila Alice pronta? Checked!
Eric pronto?  Checked!
Mochilinha Eric pronta? Checked!
HP pronto? Checked!
Dany pronta? Never…

Mas, tudo bem, como tempo de mãe é sempre apertado*, a gente acostuma a abrir mão da vaidade em prol de uma família pontual e feliz.

*(Aliás, já reparou que tempo de mãe nunca sobra no final do dia, que nem seu salário que nunca sobra no final do mês?)

Esquecer um brinco, um óculos, um colar ou um perfuminho é bobagem. Afinal, numa hora dessas, o que não dá pra esquecer é a máquina fotográfica e a câmera filmadora. E é claro que esses itens estavam completamente checked!

Então pega a máquina, a câmera, enfia na bolsa, coloca a documentação do Eric numa sacola. Inclua também um livrinho pra ler lá, caso eu seja forçada  a me separar do filhote em prol de uma filosofia pedagógica-adaptacional, pega a mochilinha do Eric, pega o meu óculos, senão eu não vou conseguir distinguir a carinha dele de longe, coloca as bolsas no carro, as crianças no banco de trás, prende o Eric na cadeirinha, e vruuuuummmm rumo à escolinha das crianças.

Mas….peraí, cadê o óculos que estava aqui? Eu juro, juro que me lembro de tê-lo pendurado na gola da camisa (ou seria naquele nó do casado jogado no ombro?) Sei lá, mas sei que ele estava aqui há 1 minuto atrás!
Ligo pra empregada, que liga pro porteiro, que avisa que meu óculos foi encontrado perto da garagem, atropelado por um carro (o nosso!) e estava completamente desfigurado. Tudo bem, tudo bem, o que é um óculos quebrado e uma mãe parcialmente cegueta em prol de uma família pontual e feliz?

E assim começou o meu dia de mãe orgulhosa da cria: completamente embaçado. Porém pontual e feliz.

***

Como já era de supor, o moleque feliz e despachado mal avistou o pátio cheio de brinquedos e de outras crianças, nem percebeu mais nossa presença ali. Ficou entretido com as tias e com todas aquelas novidades visuais e sensoriais. Conversamos com a orientadora pedagógica, HP seguiu pro trabalho e eu fiquei ali, com cara de paisagem, acompanhando Eric e as crianças em suas atividades, fingindo que minha presença era muito importante em sua adapação escolar.

Mas filhote é descolado e definitivamente não precisa da presença do papai ou da mamãe pra se sentir seguro e confortável. Só precisa de um ambiente atencioso, acolhedor e amoroso. Por isso fica tão bem com a babá quando saímos pra trabalhar. E, por isso, (faço votos!) deverá ficar bem com as ‘tias’ e os amiguinhos no ambiente escolar.

Acompanhei o pequeno no pátio aberto, no parquinho coberto, na salinha de estudos, na salinha dos bebês e no refeitório. Eu era uma visível mãe-caloura perambulando pela escola, em 1º dia de aula, com uma câmera na mão e muitas dúvidas na cabeça.
Tentei registrar todos os momentos do Eric, que alheio à minha presença se fartou de brincar no carrinho, correr atrás das bolhas de sabão e surrupiar o lanche dos colegas. Enfim, foi um dia animado pra ele, sem dúvida.

A salinha baby para um relax total

Brincando com blocos de madeira coloridos, no pátio coberto.

Entre os coleguinhas

Atividade com blocos de montar

A farra das bolhas de sabão

Rondando a mesa dos mais velhos, de olho no biscoito do colega

Sem cerimônias, Eric avança nos biscoitos do menino

Mas a tia intercepta o trombadinha fujão e o leva de volta à mesa da sua turma

Agora Eric só surrupia o lanche de sua turma

Passa o biscoito ou eu vou ter que usar este bloco amarelo!!!

Anúncios

6 Respostas to "1º Dia na Escola – Maternal I"

Tia Rê (a tia mais sentimental do mundo) já está com os olhos cheios d’água lendo este post.
Eric já é uma rapazinho. Está na escolinha fazendo amigos e aprendendo.
Que lindooooooo.
Fiquei emocionadíssima e desejo ao meu docinho de leite predileto toda a sorte do mundo nesta nova etapa da sua vida.
Boa sorte Eric!

Obrigada, tia Rê!
Mamãe e docinho de leite agradecem o carinho e os desejos de boa sorte!
Bjs

Ah, ele está aqui pertinho, não? Quando for se sentir descolada do descolado de novo chama a gente! 8)
Beijos!

Oba! Chamo, sim! 🙂

Dany! Q fof! No Sarah Dawsey não deixaram fotografar nada na adaptação. Primeiro ficamos no pátio e a Bibi nem me olhou. Aliás, ela não me olhou durante toda a primeira semana da adaptação, q acabou se tornando sacal, pois eu ficava sentada com cara de paisagem do lado de fora, sem concentração para ler nada além de uma revista CONTIGO. Houve 1 dia de adaptação na sala tb. Só alguns minutos, depois me expulsaram, pois ela estava muito bem. Acabei me enturmando com uma babá (hahahaha) q estava adaptando uma criança, depois te explico pq. e com 2 mães. A Bianca fica de 8 às 17, então a adaptação demorou 1 semana. Ela nem aí para mim. Aí veio a semana do carnaval, sem aula. Qndo ela retornou, achou tudo muito repetitivo e deu uma chorada, mas ficou numa boa. Adorei o blog, pois posso aproveitar q ão sei montar um, para escrever minha história no seu. rsrsr

Nana, pode contar suas histórias por aqui, pois eu me divirto demais com elas! O único perigo que corro é de, daqui a pouco, os amigos entrarem aqui só pra ler seus comments, afinal, muito mais divertidos que meus posts!…heheehe

Eric tb não esteve nem aí pra mim durante esses dias. Por um lado achamos linda a independência e segurança dos filhos. Por outro, nós é que nos sentimos inseguras, tão dispensáveis que somos…humpf.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


  • João Lopes: Silvia (permita-me chamá-la assim), eu não conhecia as coisas lindas (filosóficas de precisão!) que escreve, porém, depois de receber um e-mail d
  • João Lopes: Silvia (permita-me chamá-la assim), eu não conhecia as coisas lindas (filosóficas de precisão!) que escreve, porém, depois de receber um e-mail d
  • cleonice: gostaria de receber os protetores de colchaõ traveseiro edredom da casa co alergista como faço para comprar
%d blogueiros gostam disto: